Seguro Empregada Doméstica

Compare entre mais de 15 Companhias

Peça uma Simulação Gratuita

A AZEONI Seguros oferece simuladores grátis para o ajudar a encontrar os melhores Seguros para si e para a sua família

Como podemos ajudar?

O que é o Seguro Empregada Doméstica e como funciona?

O seguro de Empregada Doméstica garante o pagamento das despesas e encargos que resultem de acidentes sofridos pela empregada doméstica enquanto presta serviço e durante o trajecto de deslocação de e para o local de trabalho.

Estão igualmente cobertos acidentes ocorridos fora do local e do tempo de trabalho, desde que esteja ao seu serviço, como por exemplo, deslocações para fazer compras, pagamentos de serviços solicitados por si, ou qualquer outra deslocação que tenha sido solicitada a seu pedido.

O seguro de Empregada Doméstica é válido em qualquer país, cobrindo os casos em que a empregada possa acompanham a sua família em viagem de férias, por exemplo, para ajudar a tomar conta das crianças. No entanto, uma eventual deslocação do trabalhador para fora da União Europeia ou para qualquer país estrangeiro por períodos superiores a 15 dias deve ser previamente comunicada à seguradora.



O Seguro Empregada Doméstica garante:

Acidentes

No local de trabalho

Garante o pagamento dos encargos obrigatórios provenientes dos acidentes de trabalho que ocorram no local e durante o horário de trabalho e que possa originar directa ou indirectamente lesão corporal, alguma perturbação funcional ou doença de que resulte uma redução de capacidade de trabalho.


Acidentes

Deslocações Trabalho Casa

Garante o pagamento dos encargos obrigatórios provenientes dos acidentes de trabalho que ocorram durante o trajeto, de ida e de regresso, normalmente utilizado e durante o período de tempo ininterrupto habitualmente gasto pela empregada, tal como deslocações que a empregada tenha de fazer a determinados locais por si solicitados para responder a qualquer serviço pedido.

Assitência

Pessoal Doméstico

Garante a Assistência Médica, geral e especializada, incluindo todos os elementos de diagnóstico e de tratamento que forem necessários, como assistência medicamentosa e farmacêutica, cuidados de enfermagem, hospitalização e tratamentos termais, hospedagem, transportes para observação, tratamento ou comparência a atos judiciais.

Garante ainda assistência em caso de sinistro da empregada doméstica como por exemplo serviços de de lavandaria e engomadoria, guarda de crianças, serviços de limpeza.

A AZEONI Seguros ajuda-o a encontrar o melhor Seguro de Empregada Doméstica

Garanta a proteção legalmente exigida dos empregados domésticos ao seu serviço

Garante a alteração de funcionária sem que tenha de alterar o seguro

Esteja protegido contra eventuais coimas contratando o seguro de Empregada Doméstica

Garante as despesas em caso de acidente em deslocações ao estrangeiro, estando ao seu serviço

Garante as deslocações entre trabalho e casa, e deslocações necessárias ao seu serviço

Garante assistência que inclui serviços de lavandaria, engomadoria e também limpeza em caso de sinistro da empregada doméstica

Sabia que?

Não ter contrato de trabalho assinado com a empregada doméstica não é impedimento para a subscrição deste seguro?

Simular

Se não contratar o seguro de acidentes de trabalho Empregada Doméstica, arrisca-se a pagar uma coima entre 500 e 3750 euros. A competência para fiscalizar este tipo de incumprimentos pertence à Inspeção-Geral do Trabalho e da Solidariedade Social, que, além de aplicar a coima, ainda o obrigará a contratar de imediato um seguro.

Mas o pior pode acontecer se a empregada tiver mesmo um acidente em sua casa (ou a caminho desta) e não estiver protegida por nenhuma apólice. Nesse caso, cabe-lhe a si suportar todas as despesas relacionadas com a sua recuperação. Se as lesões forem graves, terá igualmente de garantir o sustento futuro da vítima

Esclareça as suas dúvidas sobre o
Seguro Empregada Doméstica

Todas as pessoas que recorrem aos serviços de uma empregada doméstica estão legalmente obrigadas a subscrever um seguro que a proteja na eventualidade de sofrer um acidente durante a execução do seu trabalho ou no trajeto de e para a sua casa.

E não vale a pena desculpar-se dizendo que a empregada só lá vai a casa umas quatro ou cinco horas por semana. É o tempo suficiente para escorregar no chão molhado, cair do escadote ou tropeçar nas escadas. Nesse caso, não só ficará lesionada, como lhe sobrarão a si certamente muitas dores de cabeça.

Não ter contrato de trabalho assinado com a empregada também não é impedimento para a subscrição do seguro. Aliás, pode até optar por não indicar o nome dela na apólice, sem qualquer agravamento de preço. Deste modo, não tem de alterar o contrato de seguro se mudar de empregada.

Em caso do trabalho ser em regime do chamado pago" à hora", o valor que deverá fica seguro será o resultado da multiplicação da remuneração anual da empregada doméstica pela tarifa da seguradora.

Exemplo: A empregada doméstica que trabalha dois dias por semana numa casa, totalizando 9 horas semanais de trabalho. Recebe 8 euros por hora. Considerando as 52 semanas do ano, e os dois meses de subsidio de ferias e natal, são no total 60 semanas de trabalho.  A sua remuneração anual é de 4 320 €, sendo que é a multiplicação de 72€ semanais pelas 60 semanas totais do ano.

A lei diz que só os contratos de trabalho a termo certo ou incerto devem ser reduzidos a escrito. Tratando-se de um contrato sem termo, não é obrigado a celebrar um contrato por escrito com a empregada doméstica. No entanto, é aconselhável que o faça.

As empregadas domésticas têm direito a 22 dias úteis de férias remuneradas, bem como aos feriados previstos na lei. Deve ainda pagar o valor correspondente ao subsídio de férias e de Natal. No ano de admissão e naquele em que o contrato termine, o valor dos subsídios de férias e de Natal deve ser proporcional ao tempo de serviço

Logo que tenha conhecimento do acidente, deve preencher o documento de participação do sinistro e enviá-lo à seguradora no prazo de 24 horas. Em situações não urgentes, a companhia indicará ao trabalhador a data, a hora e o local em que deve apresentar-se a um médico, fazendo-se acompanhar de cópia da participação do sinistro assinada e autenticada pelo empregador. Já em situações de urgência, a empregada deve ser imediatamente encaminhado para a urgência hospitalar mais próxima, indicando, no registo de entrada, que se trata de um acidente de trabalho coberto por seguro. Nestes casos, o relatório médico do serviço de urgência deve ser, depois, anexado à participação do sinistro assinada e autenticada por si. Os dois documentos devem estar na posse da empregada doméstica quando este se apresentar ao médico indicado pela seguradora. Em situações de morte da empregada, esse facto deve ser comunicado imediatamente à companhia de seguros, que deverá, posteriormente, fazer chegar à seguradora a participação formal do sinistro.

O seguro exclui desde logo algumas situações que não configuram um acidente. É o caso das doenças profissionais, que são alvo de um regime legal específico; das hérnias com saco formado e das incapacidades voluntariamente provocadas pela empregada ou que resultam de eventual incumprimento de prescrições médicas. Estão igualmente excluídos acidentes ocorridos em contexto de revolução, guerra civil ou atos de terrorismo. O seguro também não cobre o pagamento de multas ou coimas aplicadas por incumprimentos legais da empregada doméstica.